Talvez eu sempre tenha procurado amor nos lugares errados.‚ö°

√Č, tem dias que o mundo come√ßa a te vender uma imagem de que voc√™ sempre foi o “fracassado do amor” durante toda a sua vida, e talvez tenha sido mesmo, olhar pro seu passado e perceber que voc√™ desperdi√ßou as poucas chances que teve de dar certo com algu√©m, por simplismente ter dado errado todas as vezes que mergulhou fundo com todas as suas expectativas e for√ßas e no fim a √ļnica coisa que restou foi um cora√ß√£o partido. Chega a ser at√© ir√īnico se culpar por cicatrizes que deixaram em ti.. √Č exatamente nesses momentos que parece que o mundo inteiro tem algu√©m, menos voc√™. Eles te vendem a imagem de um relacionamento t√£o perfeito, que acabam te fazendo refletir sobre como a sua vida amorosa telm sido um desastre, e te leva a questionar sobre quando vai ser tua vez? Mas no fim voc√™ descobre que o “relacionamento perfeito” na maioria das vezes √© s√≥ uma simples faixada que as pessoas vazias sustentam nas redes sociais. E no fim sua pr√≥pria companhia sempre vai ser melhor do que qualquer outra…

Sponsored Post Learn from the experts: Create a successful blog with our brand new courseThe WordPress.com Blog

WordPress.com is excited to announce our newest offering: a course just for beginning bloggers where you’ll learn everything you need to know about blogging from the most trusted experts in the industry. We have helped millions of blogs get up and running, we know what works, and we want you to to know everything we know. This course provides all the fundamental skills and inspiration you need to get your blog started, an interactive community forum, and content updated annually.

“Tempo”

Tempo √© uma coisa t√£o engra√ßada n√©? Em um momento somos crian√ßas cheias de imagina√ß√£o e inoc√™ncia, e de repente, como em um passe de m√°gica, j√° n√≥s tornamos adolescentes, depois j√° somos adultos, e dessa forma a vida passa despercebida e a gente nem v√™… Hoje, revirando conversas/ fotos “antigas”, percebo o quanto o tempo √© valioso, e o quanto pessoas s√£o passageiras, a um tempo atr√°s, existiam pessoas das quais eu jurava que a conex√£o seria pra sempre, mas acabou. Talvez por falta de di√°logo ou por imaturidade, ou talvez porque era apenas um ciclo que ja tinha se desgastado e devia ser encerrado. √Č preciso acreditar, que a vida √© formada de ciclos, cheia de altos e baixos. E que por tr√°s de tudo sempre existe um prop√≥sito. Ningu√©m sai ileso de ningu√©m, todos n√≥s sempre herdamos algo de cada pessoa que cruza nosso caminho. Talvez, aquele amor que tu jurava ser eterno e acabou, veio apenas te preparar pra algu√©m que tu realmente merece, talvez aquela amizade que tanto te machucou, veio apenas pra te ensinar que n√£o se deve confiar em qualquer pessoa.

” Aproveite cada segundo da sua vida, antes que ela passe despercebida”

√Č voc√™ por voc√™ sempre!

Nas madrugadas dif√≠ceis quem est√° l√° por voc√™? Voc√™ mesmo. S√£o exatamente 1:50 da manh√£, e meu peito parece que vai explodir de tanta ang√ļstia, tem dias que por mais que voc√™ tente inspirar, o ar parece n√£o ser suficiente e seu pulm√£o parece falhar no trabalho. Nem sempre voc√™ da conta de tudo, e t√° tudo bem, todo mundo precisa de descanso as vezes. Tem dias que o seu corpo te convence de que est√° tudo bem, que voc√™ j√° superou toda essa confus√£o que se chama ansiedade e quando cai a noite, ela vem com tudo. Tira seu sono, sua paz, seu fol√™go, sua criatividade e sua vontade de viver, a cada segundo no intervalo de tempo de uma crise, voc√™ sente seu peito rasgando de tanta ang√ļstia, √© como se a qualquer momento algo p√©ssimo pudesse acontecer, a cabe√ßa vira uma bagun√ßa s√≥. E no fim a sua vida acaba se tornando sobre quantas vezes voc√™ poderia ter desistido e continuou tentando…

Paix√£o ‚ú®

Um fato bem curioso que eu descobri recentemente, √© que voc√™ leva apenas 4 minutos pra se apaixonar por algu√©m. Ent√£o n√£o importa, voc√™ pode se fechar para o amor ou qualquer tipo de sentimento durante anos, quando for pra acontecer vai acontecer e voc√™ nem vai ter como evitar. √Č dif√≠cil ceder a paix√£o e admitir pra si mesmo que se apaixonou por algu√©m sem ao menos beija-l√°, √© que o jeitinho, a voz da pessoa, como ela te irrita e te acalma tudo na mesma propor√ß√£o, as cantadas horr√≠veis, como ela te faz sorrir , e a capacidade de mudar o seu dia, s√£o √≠ncriv√©is. E talvez nem tenha demorado tudo isso pra eu notar a pessoa √≠ncrivel, que eu tenho pr√≥xima a mim… Voc√™ conseguiu trazer vida as borboletas que estavam mortas no meu est√īmago. E eu nem sei como te agradecer por isso.

Sabe qual o lado ruim de sempre ajudar todo mundo e demonstrar ser uma pessoa forte? √Č que as pessoas criam uma imagem dentro da pr√≥pria mente de que voc√™ nunca desmorona e que portanto nunca precisa de ajuda. O¬† que n√£o √© verdade, pessoas fortes tamb√©m possuem sentimentos, tamb√©m choram e tem seus dias ruins, e pr√≠ncipalmente, pessoas fortes tamb√©m precisam DE AJUDA. Desgaste psicol√≥gico chega a ser 1000 vzs pior que o fis√≠co. E sabe de uma coisa? Eu to CANSADA, cansada de chorar litros no banheiro e sair como se nada tivesse acontecido, cansada de fingir que nada me afeta, cansada de engolir choro, cansada de for√ßar sorriso, de fingir que ta tudo bem. N√ÉO T√Ā TUDO BEM, h√° dias… mas parece que eu sei fingir muito bem, n√£o √© mesmo? Afinal consegui manter a pose de uma pessoa forte sem que percebessem que eu estou destruida por dentro novamente. E tudo bem n√£o √© mesmo? J√° que eu estou suprindo as necessidades/ expectativas de todo mundo que me cerca. E a√≠ eu me pergunto, e as minhas necessidades? E as minhas expectativas? Ficam de lado, e o fundo do po√ßo j√° n√£o me parece mais t√£o distante assim. J.CūüĖ§

“Culpa “

A culpa √© algo engra√ßado n√©? Nos culpamos por fazer coisas que n√£o est√£o dentro dos padr√Ķes da sociedade, ou dentro da cabe√ßa dos nossos pais, e machuca porque de alguma forma queremos agradar, queremos nos encaixar e n√£o conseguimos. N√£o conseguimos porque somos diferentes, porque ningu√©m nasce igual a ningu√©m e as pessoas precisam aceitar isso, mas nem sempre acontece, ou melhor, nunca acontece. E a partir da√≠ surge a cobran√ßa excessiva que desenvolvemos com n√≥s mesmos, porque queremos acima de tudo, nos igualar aos padr√Ķes, ao que achamos ser “certo” ao que a sociedade acha certo, e sem perceber n√≥s perdemos, perdemos quem somos e chega um certo ponto que paramos, olhamos para tr√°s e percebemos que vivemos uma vida inteira agradando todo mundo, sendo o que todo mundo desejava, menos n√≥s mesmos!

Sensibilidade

A sensibilidade pode ser a sua melhor amiga nos momentos de alegria, amor, felicidade e divers√£o, mas tamb√©m pode ser a sua pior inimiga durante momentos extressantes, brigas, desacertos, e principalmente nos momentos tristes. E sabe o porque? √Č simples, ser uma pessoa sens√≠vel nos permite ver al√©m de corpos, nos permite visualizar situa√ß√Ķes e principalmente sentir essas situa√ß√Ķes de uma forma que ningu√©m mais consegue, em momentos bons, sentimos um turbilh√£o de sentimentos, aproveitamos cada segundo, sorrimos at√© pro vento se necess√°rio e vemos motiva√ß√Ķes em pequenas coisas, acreditamos que o mundo √© nosso e que n√£o existe nada capaz de acabar com o nosso alto astral. Por√©m, todas essas cores, esse otimismo e essa alegria que a sensibilidade proporciona nos bons momentos se tornam monstros, se tornam espirais pretos e brancos em momentos ruins, e a culpa nos consome completamente, mesmo que n√£o tenhamos feito nada pra merece-l√°. Acreditamos que n√£o somos merecedores de coisas boas, acreditamos que n√£o deveriamos ter nem nascido, choramos com esperan√ßa de que a dor saia junto com as l√°grimas pretas que escorrem dos nossos olhos, mas isso n√£o acontece e nesses momentos, odiamos a sensibilidade, odiamos chorar por pequenas coisas, odiamos ser n√≥s mesmos.

“Instantes “

A vida √© engra√ßada n√£o √©? Fazemos um milh√£o de planos pro futuro sem ao menos saber se estaremos vivos amanh√£. Juramos amor eterno e um “pra sempre” para pessoas que por hora, juramos que estar√£o ao nosso lado, sempre. Por√©m, de repente tudo muda, de repente j√° n√£o somos mais os mesmo, de repente, a pessoa em que juramos o amor eterno some, e o pra sempre? Bom, o pra sempre n√£o existe mais.

O que voc√™ quer ser em 5 anos? Pergunta dif√≠cil de responder n√£o √© mesmo? Como vamos saber quem queremos ser, se n√£o sabemos nem quem somos, se n√£o sabemos as circunst√Ęncias que v√£o acontecer conosco daqui pra frente? porque s√£o exatamente elas que ir√£o nos moldar, porque √© disso que somos feitos. Pessoas v√£o entrar e sair das nossas vidas, juraremos eternidade novamente, acreditaremos em um pra sempre, e acreditaremos em amizades leais e amores reais… N√£o sei o que quero ser em 5 anos, na verdade n√£o sei o que vai acontecer comigo nem daqui a 5 segundos. Mas de uma coisa eu tenho certeza, daqui a 5 anos quero ter exatamente a mesma ess√™ncia , quero continuar acreditando que tudo tem um propr√≥sito, quero continuar me respeitando e aceitando meus dias ruins, quero ser o abra√ßo apertado, o ombro amigo, o aconchego de algu√©m em um dia de domingo, um ser humano falho que sempre faz o que pode para melhorar, quero ser luz e trasmitir luz para quem est√° na escurid√£o, e quero tamb√©m poder salvar vidas..ūü¶č

“A nossa vida √© um sopro”

Ser imensamente intensa, as vezes me perguntam o porque eu me permito sentir/viver absolutamente tudo at√© as coisas ruins, e a resposta √© simples; a nossa vida √© um sopro, e eu n√£o sei at√© quando estarei nesta vida mundana. A verdade √© que v√°rias pessoas se privam de sentir e viver por medo, mas agora eu indago, quando estiverem na velhice ir√£o se orgulhar de n√£o ter vivido a juventude por medo? Sabemos que a resposta √© n√£o. Portanto olhe para o agora e VIVA,se sentir medo, vai com medo mesmo, se permita apaixonar-se e viver um romance clich√™ que vai te trazer as borboletas no est√īmago novamente, se permita quebrar a cara tamb√©m por amores e amizades, te garanto isso sempre ter√° uma li√ß√£o pra te repassar. Se permita agir por impulso, errar e sorrir descontroladamente de voc√™ mesmo, se permita viver noites inesquec√≠veis, conhecer pessoas, viajar, se permita sentir a sensa√ß√£o de ajudar ou perdoar algu√©m, se permita confiar nas pessoas, se permita experimentar todos os vinhos e bebidas que existir no mundo, se permita sonhar, se permita aprender coisas, se reinventar, quebrar as regras, suspirar de paix√£o, aproveitar a pr√≥pria companhia, ver un filme de desenho animado, brincar com crian√ßas, SE PERMITA VIVER. Tenha uma juventude da qual ir√° se orgulhar pelo resto da vida, da qual voc√™ vai olhar pra tr√°s e dizer “- √Č eu realmente vivi tudo que eu tinha pra viver” ūü¶č

EU VOU MUDAR O MUNDO!

Sabe aquela frase clich√™ de Plat√£o que fala exatamente assim;” Tente mover o mundo, o primeiro passo ser√° mover a si mesmo”.

Para melhorar o nosso mundo, nos temos que mudar, que melhorar, que evoluir. Nota-se, que a sociedade inteira está na mesmísse do século XXI, não demonstrar sentimento, dar mais valor a dinheiro, do que a coisas simples, destruir a nossa natureza e jurar nas redes sociais que ama ela, praticar corrupção, mentir, difamar, ver homens matando mulheres e não fazer nada, ver pessoas se suicidando e você aí sem ter um pingo de empatia. Boa parte das pessoas querem que o mundo melhore e vire o mais parecido com um conto de fadas, onde não existe maldade. Porém, a pergunta que não quer calar é; Você está disposto a mudar a si mesmo? A evoluir? A ter empatia? A ser grato até pelas coisas ruins? Todo mundo quer mudar o mundo, mais 99,9% não conseguem mudar nem os próprios hábitos, nem a si mesmo.

Antes de julgar a atitude de qualquer pessoa, devemos repensar a nossa. Antes de querer mudar alguém, precisamos mudar a nós mesmos e assim mudaremos o mundo!